Cotidiano

Folha de Pernambuco


Interior

Interior

Este espaço mostra os acontecimentos de interesse dos leitores de todas as regiões do Estado, do Litoral ao Sertão.

HOMICÍDIO

Médico encontrado morto em Palmares

Maviael Menezes de Almeida, de 46 anos, foi encontrado às margens de um rio

02/07/2012 13:31 - ANDERSON BANDEIRA, da Folha de Pernambuco

Reprodução/Internet
Maviael Menezes foi encontrado morto no domingo

Os moradores do município de Palmares, localizado na Mata Sul do Estado, e parentes do médico Maviael Menezes de Almeida, 46, amanheceram, nesta segunda-feira (2), de luto. Isso porque, após passar quatro dias desaparecido, no final da tarde do último domingo (1º), o corpo do médico foi encontrado às margens de um rio, localizado na PE-96, no município de Barreiros, na Mata Sul do Estado. Contra o corpo da vítima, duas perfurações e nove facadas foram contabilizadas pelos peritos do Instituto de Criminalística (IC).

O médico, que morava sozinho na cidade de Palmares, também na Mata Sul, havia sumido desde a última quinta-feira (28). Naquela oportunidade, familiares do rapaz foram à polícia local para registrar um possível sequestro. Já na noite do domingo, além do corpo de Maviael, encontrado submerso na água, o veículo dele, uma Hillux, foi localizado no distrito de Nossa Senhora do Ó, em Ipojuca.

O médico era bastante conhecido nos municípios de Palmares, Catende, Água Preta e Belém de Maria por atuar nos postos de saúde locais. Em Palmares, onde morava atualmente, Maviael trabalhava no Centro Regional de Saúde do Trabalhador (Cerest). Além de médico, a vítima, que era filho do ex-deputado e ex-prefeito de Belém de Maria e Catende, Manoel Ramos de Almeida, exerceu cargos de secretário de saúde nessas cidades.

De acordo com a perita criminal do IC, Vanja, apesar do corpo ter sido encontrado em Barreiros, manchas de sangue foram observadas na casa do médico em Palmares. Diante dessas observações, o médico pode ter sido assassinado em sua casa e logo depois levado para o rio. 

A investigação sobre a autoria e motivação do crime já começou a ser realizada pelos policiais civis da Força Tarefa Sul do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Contudo, a conclusão do inquérito policial ficará a cargo do núcleo da policia que investiga os Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) de Palmares.

 

 



Cartello